AGORA É GUERRA! MORTE AO AEDES AEGYPTI!

Infelizmente, no momento, a maior celebridade do Brasil no exterior é um mosquito. O Aedes aegypti e as doenças causadas por ele – dengue, zika vírus e febre chikungunya – têm motivado desde recomendações de governos estrangeiros para que seus cidadãos não viajem ao nosso país até pedidos de adiamento dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro. Por aqui, e em vários países da América Latina e do Caribe, o mosquito está sendo apontado como responsável pelo aumento expressivo nos casos de microcefalia em recém-nascidos e da síndrome de Guillain-Barré.

Por tudo isso, passou da hora de população e governos se unirem contra esse inimigo em comum. O último sábado (13) foi escolhido pelo Ministério da Saúde como o “Dia ‘D’ de combate ao Aedes aegypti” e, em todo o Brasil, foram realizadas ações que visam exterminar esse mosquito.

Os municípios da região já estão trabalhando em torno do assunto há bastante tempo. Céu Azul, por exemplo, inclui o recolhimento de materiais recicláveis e entulhos – criadouros em potencial do Aedes – nas suas políticas de saúde preventiva. No início do ano, um calendário com os dias da coleta foi entregue em cada casa e uma campanha criada recentemente pela Blanco Lima alerta a população sobre a necessidade de a população ficar atenta a essas datas.

Por sua vez, Cafelândia fará, na próxima semana, um arrastão em todos os bairros da cidade. Para informar esta ação à população, nossa agência elaborou materiais de divulgação para o governo municipal.

Além de criar estas campanhas, a nossa agência também está nesta guerra ao Aedes aegypti. Em Cascavel, cidade onde a agência está sediada, a prefeitura está realizando hoje a “Hora H”, ação que visa eliminar o maior número possível de focos – atuais e em potencial – do mosquito em cada quarteirão da cidade.

Este evento mobiliza várias secretárias e os efetivos do Exército, do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar e de várias repartições públicas e empresas, inclusive a Blanco Lima. Estamos fazendo a nossa parte e convidamos você a entrar nessa batalha contra um inseto que não pode vencer um país inteiro.

Compartilhe
Tweet